Make your own free website on Tripod.com

TPC 3

( trabalhos para casa )

- Leia o seguinte texto e responda depois à proposta de trabalho:

A noção de "exclusão social" pertence à perspectiva própria da tradição francesa na análise de pessoas e grupos desfavorecidos. Em termos simplificados, Robert Castel define "exclusão social" como a fase extrema do processo de "marginalização", entendido este como um percurso "descendente", ao longo do qual se verificam sucessivas rupturas na relação do indivíduo com a sociedade.

Um ponto relevante desse percurso corresponde à ruptura em relação ao mercado de trabalho, a qual se traduz em desemprego (sobretudo desemprego prolongado) ou mesmo num "desligamento" irreversível face a esse mercado. A fase extrema — a da "exclusão social" — é caracterizada não só pela ruptura com o mercado de trabalho, mas por rupturas familiares, afectivas e de amizade.

Neste entendimento, pode haver pobreza sem exclusão social. Pobreza e exclusão social são realidades distintas e que nem sempre coexistem. (...)

A distinção entre a tradição britânica e a escola francesa, no estudo da situação dos indivíduos e grupos desfavorecidos é que a primeira se ocupa sobretudo de aspectos distributivos (pobreza), ao passo que a francesa se interessa mais pelos aspectos relacionais (exclusão social) (...)

Deve notar-se que a noção de "exclusão" suscita, desde logo, a pergunta "excluído de quê?", ou seja, implica a existência de um contexto de referência, do qual se é, ou se está, excluído. A qualificação de "social" permite interpretá-la como estando relacionada com a sociedade. Neste entendimento, a exclusão tem a ver com a cidadania.

Pode considerar-se que o exercício pleno da cidadania implica e traduz-se no acesso a um conjunto de sistemas sociais básicos, do domínio social, económico, institucional, territorial.

A "pobreza" consiste numa situação dinâmica de privação, por falta de recursos.

A. Bruto da Costa, Exclusões Sociais

Proposta de trabalho: Relacionar os conceitos de pobreza e exclusão social com a problemática do desenvolvimento. (ou seja, até que ponto a «pobreza humana» e a «exclusão social» contrariam a ideia de um desenvolvimento humano sustentável).

 

VOLTAR  à página inicial

ã J.P. Guardado (prof. da ES Dr. Bernardino Machado - Fig. da Foz), actualizado em: 12-10-2002